AGENDA e MST fortalecem parceria para repasse de 100 mil mudas da Biodiversidade


Foto: Denise Cardoso, Acervo AGENDHA


AGENDA e MST da Região Norte da Bahia fortalecem parceria para repasse de 100 mil mudas da Biodiversidade das Caatingas e da Agrobiodiversidade de PCTAFs dos Territórios de Itaparica e do Semiárido Nordeste II.


No sábado, dia 13 de novembro de 2021, a AGENDHA esteve no 4º Encontro da Assentamento São José, Brigada Velho Chico, em Paulo Afonso (BA), para ajudar num mutirão de plantio de árvores nativas da Caatinga. As 360 mudas doadas, foram produzidas pela AGENDHA no Viveiro de Plantas da Sociobiodiversidade, das Caatingas e dos Cerrados. O plantio é de responsabilidade das famílias assentadas, com apoio do Movimento Sem Terra, Regional Nordeste/BA.


O plantio das mudas nos assentamentos e brigadas, além de contribuir com a recomposição florestal, visa o uso múltiplo de espécies da caatinga, tendo em vista que foram doadas e plantadas espécies frutíferas, como: limão, mamão, umbu, tangerina, tamarindo, graviola e pinha. E, de plantas forrageiras e ornamentais, como: moringa e hibisco ornamental.


Assim, além de contribuir para mitigar o aquecimento global, o plantio de árvores traz diversos benefícios para o meio ambiente e, para as famílias assentadas vai possibilitar a colheita de produtos florestais para incrementar a alimentação, também servirá servir como fonte de renda das famílias agricultoras.


“Nós do MST estamos com um plano nacional de plantar árvores e produzir alimentos saudáveis, e essa parceria com a ONG AGENDHA no sentido de doar mudas frutíferas e ornamentais da caatinga, para nós amplia de forma significativa a possibilidade de cumprirmos a meta de plantarmos 100 mil mudas aqui na nossa regional. É uma parceria muito importante para nossa militância, como também é muito importante para todo o meio ambiente”. Aline Silva (Coordenadora de Área, Brigada Velho Chico).


A Regional Nordeste, é dividida em três brigadas, a Brigada Mandacaru, a Velho Chico e a Eldorados. A Brigada Velho Chico é composta pela região de Jeremoabo, Santa Brígida e Paulo Afonso. Para Aline, o maior desafio o movimento é a falta de atenção das famílias pelo Governo, existe um temor constante de receber uma ordem de despejo. “Nossa maior preocupação são as ordens de despejo, o que mantém a gente na terra é nosso cultivar da terra, nosso colher e por isso devemos estar sempre produzindo”.


A parceria entre a AGENDHA e o MST Regional Nordeste, iniciou em 2018, com o desenvolvimento do Projeto Florando nas Caatingas: O tempo de transformar a vida das mulheres é agora, que resultou na implantação 30 barreiros trincheiras, desenvolvidos em parceria com a AGENDHA, esses barreiros tem auxiliado as famílias diversas famílias no período de seca e estiagem, melhorou bastante a vida do assentamento, estamos utilizando a água para os animais e para a criação de peixe.


A parceria firmada realizará atividades de repasse anual de 100 mil mudas de espécies da biodiversidade e agrobiodiversidade para os assentamentos do MST nos territórios Itaparica/BA e Semiárido NE II.


Em discussão coletiva para firmar os caminhos desta parceria, estabeleceu-se o compromisso da participação da AGENDHA no 14ª Encontro da Regional Nordeste, que acontecerá de 3 a 5 de dezembro, no Acampamento Belo Monte, onde será realizado o mutirão para repasse e plantio de 1.000 mudas de espécies da biodiversidade e agrobiodiversidade.