Agricultura familiar possui diversidade de alimentos que aumentam imunidade

Diante da pandemia do coronavírus (COVID-19), especialistas reforçam que não existem alimentos próprios para combater a doença, mas é possível dar suporte ao corpo e melhorar nossa imunidade com alimentos facilmente encontrados, principalmente para quem vive na roça.  

A nutricionista e diretora da VP-Centro de Nutrição Funcional, Valéria Paschoal, dá exemplo de alimentos que contribuem para aumentar a imunidade: “Temos o licuri, babaçu, dendê, com gorduras boas, o abacate e a beldroega, ricos em Ômega 3. Com proteínas boas, temos a ora-pro-nóbis e a moringa, e quando falamos em vitamina C, importantíssima nesse momento, temos, além da laranja, limão, maracujá, outras fontes como as ramas da cenoura, cebolinha, salsinha”. 


Valéria chama atenção também para o aumento da ingestão dos fitoquímicos, que estão presentes na língua de vaca, bredo, jurubeba, caruru, coentro, jaca, umbu e, também, nas cactáceas palma, mandacaru, folhas da batata-doce e toda a abóbora: “Estamos juntos nessa missão de se proteger do coronavírus. É importante que os agricultores familiares utilizem os alimentos que têm no seu quintal”.


No município de Luís Eduardo Magalhães, Oeste da Bahia, no quintal da agricultora familiar Lélia de Siqueira é possível encontrar uma diversidade de alimentos ricos em nutrientes e benefícios para a saúde. São plantas, folhas, hortaliças, frutas e verduras. Ela conta que cultiva com carinho uma horta para o consumo do dia a dia: “Tenho aqui ora-pro-nóbis, hortelã, salsa, erva-cidreira, poejo, açafrão, capim santo vick, boldo, muitos temperos e estou aprendendo a usar melhor cada planta”.  


A agricultora é uma das beneficiárias do projeto Bahia Produtiva, do Governo do Estado, que está sendo capacitada, por meio do plano de ação de segurança alimentar e nutricional, sobre a importância da alimentação saudável, valorizando os alimentos da biodiversidade e das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc).

 

A ação, realizada em parceria com a VP-Centro de Nutrição Funcional, capacitou 80 técnicos de assistência técnica e extensão rural e 176 Agentes Comunitários Rurais (ACRs) sobre a importância da alimentação saudável, valorizando os alimentos da biodiversidade e das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC). O grupo está levando os conhecimentos adquiridos aos beneficiários do projeto em todo estado. 


Valéria Pascoal observa que as PANC, contêm uma variedade de nutrientes e compostos ativos que vão garantir uma excelente imunidade, neste período de coronavírus.  

 

Bahia Produtiva 

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), fruto da parceria entre o Estado da Bahia e o Banco Mundial, por meio de acordo de empréstimo. 





0 visualização

Contatos

AGENDHA

Rua Califórnia, Quadra C, nº 12. 
Bairro Amaury Alves de Menezes
Paulo Afonso/BA
CEP: 48.605 - 146

Telefone: (75) 3281 - 5370

E-mail: agendha@agendha.org

Fale Conosco