Jandaíra: Abelha símbolo do Sertão

Quando pensamos em abelhas, a primeira coisa que vem em nossa cabeça é a comercialização do mel e seus derivados. Porém, você sabia que as abelhas desempenham papel extremamente importante para o equilíbrio dos ecossistemas?


Sem elas, não teríamos alimentos, assim como a degradação ambiental teria proporções muito maiores, pois elas são responsáveis por 80% da polinização das plantas cultivadas, principalmente para a alimentação.


Muitos agricultores têm buscado a atividade como forma de melhorar seus os cultivos, para além da geração de renda. Como é o exemplo da comunidade remanescente de quilombo Juazeiro dos Capotes em Jeremoabo, que gerenciam aproximadamente 1.000 melgueiras e, construíram clientela com outras cooperativas, associações e comunidades circunvizinhas e a Comunidade Pau D´Água, do mesmo município, que recebeu do Bahia Produtiva 400 caixas para iniciar o sistema produtivo.


A abelha Jandaíra contribui para a polinização de várias frutas e sementes da Caatinga, porém o aumento gradual das queimadas, uso de agrotóxicos e desmatamento, reduzem a cada dia, o número de colônias silvestres da espécie. Essa espécie é responsável por 30% a 60% da polinização de plantas nativas, como a jurema preta, marmeleiro e pau ferro. Sua conservação é de extrema importância devido a sua função na perpetuação da floresta e manutenção da biodiversidade.


O mel desta abelha possui um sabor especial, com uma coloração que varia de acordo com a flora, na cultura popular recebe o status de “medicinal”, onde é aplicado sobre feridas, conjuntivites e, outras doenças de origem bacteriana. Existem estudos que comprovam a efetividade da aplicação tópica desse mel sobre feridas causadas por ratos.


É com o intuito de fortalecer as atividades de apicultura nos Territórios Semiáridos Nordeste II e Itaparica, que a AGENDHA, por meio do projeto Bahia Produtiva presta Assistência Técnica Pública aos agricultores familiares da região.


O Projeto Bahia Produtiva, é executado pela AGENDHA, em parceria com a CAR - Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional, @sdrbahia - Secretaria de Desenvolvimento Rural do @govba - Governo do Estado da Bahia, Parceria Mais Forte e recursos do @bancomundial - Banco Mundial.


Texto: Bruna Cordeiro - ASCOM AGENDHA



3 visualizações0 comentário