Com apoio da AGENDHA, comunidade Sítio do Lúcio finaliza a construção de 16 estufas

A Associação ADPPR (Associação de Desenvolvimento de Pequenos Produtores Rural do Sítio do Lúcio), foi contemplada no Edital nº 15 (CAR/Governo da Bahia) e, conquistou 16 estufas agroecológicas e, 06 hortas que estão em fase de melhoramento. No total, 22 (vinte e dois) Sistemas de Produção Agroecológica de Alimentos Biodiversificados, serão implementados na comunidade.


Fotos acervo AGENDHA

As estufas agroecológicas representam uma grande conquista da comunidade, que vai impulsionar a produção de alimentos da agricultura familiar e, atender diretamente 22 famílias associadas.


Cultivar hortaliças a céu aberto pode trazer alguns prejuízos a colheita. Sem proteção, os canteiros ficam expostos a todo tipo de ameaça: altas temperaturas, ventos e chuvas fortes, além do ataque de pássaros e insetos.


A estufa agroecológica é uma tecnologia social que permite a proteção contra todas essas adversidades e, também, possui capacidade de manejo de temperatura, umidade e luminosidade. E, quanto mais umidade mantiver dentro do espaço dos canteiros, melhor para a fase de crescimento das plantinhas.


A AGENDHA acompanha as famílias da Comunidade Sítio do Lúcio com o Projeto ATER Agroecologia, executado em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (@sdrbahia), a Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (@bahiater) e o SETAF (Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar) do Governo do Estado da Bahia.