ATER Agroecológica inicia as atividades de Articulação com os parceiros no Território de Identidade

Atualizado: Set 11

A AGENDHA inicia a execução do Projeto ATER Agroecológica para o período de três anos. Como primeiro passo, será realizado diversos encontros de articulação com os parceiros, contemplando as atividades pré-fixadas do projeto. A proposta é resultado da seleção e contratação da AGENDHA na Chamada Pública ATER/SDR/BAHIATER Nº 001/2018, que visa estimular a estruturação produtiva e a articulação de políticas públicas para a promoção da agroecologia.





As reuniões acontecerão em Santa Brígida e Jeremoabo - Território Semiárido Nordeste II, e em Paulo Afonso, Glória, Macururé, Rodelas, Abaré e Chorrochó - Território Itaparica, na perspectiva de construir estratégias coletivas para o desenvolvimento das ações do projeto, de forma que ele possa garantir a assistência técnica para o Bem Viver das Famílias Agricultoras atendidas. Serão voltados aos parceiros locais: Colegiados territoriais, conselhos municipais, consórcios públicos, prefeituras, sindicatos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, ONGs, associações ou outras organizações formais e informais representantes dos agricultores e agricultoras familiares.


Estarão presentes as coordenações do SETAF - Serviços Territoriais de Apoio a Agricultura Familiar, SEMAF - Serviços Municipais de Apoio à Agricultura Familiar e BAHIATER (Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural) Governo da Bahia. A Chamada para o ATER Agroecologia pretende assessorar famílias que desenvolvem a produção agroecológica ou que estão em fase de transição.


Ao todo, serão 7.020 famílias contempladas nos Territórios de Identidade: Baixo Sul, Vale do Jiquiriçá, Extremo Sul, Costa do Descobrimento, Chapada Diamantina, Sertão Produtivo, Sudoeste Baiano, Sisal, Bacia do Jacuípe, Piemonte do Paraguaçu, Piemonte da Diamantina, Semiárido Nordeste II, Itaparica, Sertão do São Francisco e Litoral Sul, a receber assistência técnica gratuita e de qualidade, com foco na dimensão e produção agroecológica.


Para maior participação das Instituições Parceiras, haverá o momento de cada uma, com as atividades que já desenvolve no município, apresentar suas contribuições a proposta. o acordo firmado será encaminhado para a SDR - Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo da Bahia.


Texto: AGENDHA

14 visualizações