Banner Projeto ESEC.jfif

Serão recuperados 110 (cento e dez) hectares de áreas degradadas da Estação Ecológica (ESESC) Raso do Catarina, com prioridade para a Mata da Pororoca. Será implantado também um viveiro para 100.000 mudas de plantas nativas na ESEC Raso da Catarina e da Agrobiodiversidade de PCTAFs – Povos e Comunidades Tradicionais, Extrativistas e da Agricultura Familiar, do entorno da Unidade de Conservação. Para o alcance do objetivo serão utilizadas as seguintes práticas para a Recuperação das Áreas Degradadas:

  1. Recuperação e Manejo Sustentável e Integrado do Solo, da Água, da Matéria Orgânica e da Fertilidade, com a Implantação e Manutenção de Curvas de Nível e mobilização de biomassas do próprio ecossistema;

  2. Semeio, plantio e manejo de Plantas da Biodiversidade e da Agrobiodiversidade em “Cordões de Contornos” nos Agroecossistemas familiares e/ou coletivos;

  3. Construção de Barramentos Sucessivos de Pedras Encaixadas em Arcos Romanos Deitados;

  4. Implantação de Plantas Adubadeiras e de Cobertura dos Solos (da Biodiversidade);

  5. Plantio e manejo de Plantas Atrativas de Animais Silvestres (da Biodiversidade);

  6. Sementes da Terra (da Agrobiodiversidade de PCTAFs), resgatadas, multiplicadas, conservadas “in situ” e disseminadas.

 
 
Banner Ater Agroecologia.jpg

Este Projeto tem como objetivo prestar serviços de ATER – Assessoria Técnica e Extensão Rural a 540 famílias de agricultores familiar, povos e comunidades tradicionais nos municípios de: Paulo Afonso, Glória, Macururé, Chorrochó, Abaré e Rodelas (Território Itaparica) e nos Municípios de Jeremoabo e Santa Brígida (Território Semiárido Nordeste II) no  apoio a produção familiar de alimentos para a segurança alimentar e nutricional,  acesso a mercados, organização social e transição agroecológica, por meio de atividades individuais, grupais e comunitárias, compreendendo o planejamento, a execução e a avaliação das atividades, visando a emancipação econômica e social das famílias atendidas.

Banner ANATER Bruna.jpg

PROJETO ATER MAIS GESTÃO PARAÍBA: No âmbito da experiência e processos legais, a AGENDHA é contratada pelo Governo Federal - ANATER [Nº. 70/2018] no âmbito do Projeto Mais Gestão, com a finalidade precípua de prestar serviço de ATER – Assistência Técnica e Extensão Rural para 18 Empreendimentos Coletivos da Agricultura Familiar no Estado da Paraíba [Lote Nº. 14 – Edital de Chamamento Público 006/2018], com dentre várias prioridades, qualificar a gestão, fortalecer e inserir as Organizações Socioprodutivas da Agricultura Familiar nos mercados institucionais, diferenciados e privados.

 
Banner Artessol.jpg

Projeto ARTESSOL - Articulação Territorial de Socioeconomia Solidária do Território de Itaparica/BA, visa fortalecer 15 Empreendimentos de Socioeconomia Solidária, com o objetivo de realizar várias atividades distribuídas em 10 Metas, para as respectivas viabilidades econômicas e os gerenciamentos institucionais, na perspectiva da socioeconomia solidária e do mercado justo, por meio de construções coletivas e participações dialógicas, com o aporte de informações e sugestões metodológicas e práticas tecnológicas sustentáveis, através de capacitações, de visitas técnicas temáticas e de oficinas territoriais, para o desenvolvimento de processos de mobilização e de organização.

 
BANNER INSTAGRAM 40 MIL.jpg

Nós plantamos árvores!

One Tree Planted é uma organização sem fins lucrativos com consciência ambiental que fornece a indivíduos, empresas e organizações a capacidade de apoiar facilmente iniciativas de plantio de árvores em todo o mundo. Selecionou cuidadosamente organizações de reflorestamento em seis regiões: América do Norte, América Latina, África, Ásia, Europa e Pacífico. Tem como missão contribuir com os esforços globais de reflorestamento. Entre elas está a AGENDHA que vai plantar 40 mil árvores com o intuito de reflorestar regiões degradadas do Bioma Caatinga.

 
 
ater produtiva.jpg

O Projeto Bahia Produtiva visa realizar as ações previstas no Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - PDRS Bahia Produtiva | Acordo de Empréstimo nº. 8415/BR, precisamente as do Componente III do Termo de Referência: Desenvolvimento Institucional, Assistência Técnica e Gestão de Projetos, para agricultores/a familiares e suas Organizações Socioprodutivas - que não possuem assistência técnica regular provida por instituição prestadora desse serviço, conforme descrito nos Editais de seleção de Subprojetos Socioambientais.